Arquivo do autor:Rathziel

Sobre Rathziel

Autora: Rathziel (Tayná Zahlouth) Idade: 29 anos Amo: Desenhar. Ler. Cabala. Tarot. Astrologia. Filosofia. Mitologia. Literatura. Poesia. Quadrinhos. Games. Desenho animado. Música clássica. Yoga. Chocolate. Noite. Serenidade... Meu e-mail é rathziel@gmail.com (caso queira trocar ideias.) :)

Humanidade

Eu sinto toda a humanidade dentro do meu ser. Eu sinto cada ser do mundo. Cada coração que pulsa é o meu coração. As veias dos animais e das folhas são as minhas veias. Eu sou a Terra onde germina … Continuar lendo

Publicado em Força Interior | Deixe um comentário

Divagações

Às vezes, as coisas apenas não dão certo… Mas eu ainda acredito que este planeta é um lugar muito lindo. As pessoas se esforçam muito para viver aqui. Sofrem, passam dificuldades. Machucam umas às outras. Não conheço ninguém “perfeito”… No … Continuar lendo

Publicado em Reflexões, Sentimentos | 2 Comentários

Elegias de Duíno (Trecho) – Rainer Maria Rilke

Quem, se eu gritasse, entre as legiões dos Anjos me ouviria? E mesmo que um deles me tomasse inesperadamente em seu coração, aniquilar-me-ia sua existência demasiado forte. Pois que é o Belo senão o grau Terrível que ainda suportamos e … Continuar lendo

Publicado em Força Interior | Deixe um comentário

Aos pés do amor mais lindo de todos II – (Sobre Sri Ramakrishna)

Certa vez, Ramakrishna me disse o seguinte: “Medite aos Pés do Divino, na forma que o seu coração pedir: Shiva, Vishnu, Jesus, Rama ou Krishna. Ou, se quiser, em alguma das manifestações da Mãe Divina: Lakshmi, Kali, Jagadamba, Uma, Parvati … Continuar lendo

Publicado em Amor | Deixe um comentário

Poema circense – José Paulo Paes

Atirei meu coração às areias do circo como se atira ao mar uma âncora aflita. Ninguém bateu palmas. O trapezista sorriu, o leão farejou-me desdenhosamente, o palhaço zombou de minha sombra fatídica. Só a pequena bailarina compreendeu. Em suas mãos … Continuar lendo

Publicado em Força Interior, José Paulo Paes, Poemas, Sentimentos | Deixe um comentário

Apenas sentir…

… o sopro do vento, arrepiando a pele… … a própria respiração, que se aprofunda… … o próprio coração, que ainda pulsa… … o imenso silêncio, que tudo abraça… … o vazio, na raiz de todas as coisas do mundo… … Continuar lendo

Publicado em Força Interior | Deixe um comentário

Não sou nada

Não sou nada. Nunca serei nada. Não posso querer ser nada. À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo. (Trecho de “Tabacaria”, de Fernando Pessoa)

Publicado em Força Interior | Deixe um comentário